Colorimetria

De forma simplificada, a colorimetria é a ciência de combinar cores de forma a alcancar diferentes tons e nuances.

Ela existe em várias coisas, mas aqui vamos só falar da colorimetria capilar, a qual é aplicada no cabelo.

Ao usar este método, você será capaz de utilizar as cores como bem entender de forma a conseguir deixar a sua cliente com o tom de cabelo desejado.

A aplicação deste método pode ser tanto em tinturas como apenas num tonalizante de forma a anular determinada cor.

Importância do Cálculo das Cores
Apesar de já saber o que é, talvez ainda não tenha entendido o real valor da aplicação desta ciência.

E quando estamos a falar em benefícios, eles irão ser tanto para si como profissional como também para a sua cliente.

Veja alguns deles então:

Evitar Erros com o Cabelo
Aqui o benefício é para os dois, e provavelmente você já saberá porquê.

Para a sua cliente, ela irá ficar com a cor de cabelo que lhe pediu e por esse motivo terá uma cliente feliz e satisfeita.

Para si, como fez tudo corretamente, irá se sentir melhor consigo e mais confiante e também como satisfez a sua cliente, certamente ela irá voltar e trazer mais gente também.

Cabelo Mais Saudável
Quando a pessoa estraga o cabelo ou fica com ele manchado, muitas vezes vai ter de usar mais químicas para colocar ele bem de novo, e isso irá danificar ainda mais o cabelo.

Ao fazer tudo corretamente, você irá evitar que a sua cliente passe por isso, evitando assim também essas químicas adicionais.

Poupança Para Si
Cabeleireiro sabe que quase sempre sobra um pouco de tinta que você acaba por jogar no lixo porque não consegue mais fazer nada com ela não é mesmo?

Se você souber misturar as tintas da forma correta, poderá aproveitar muito mais a tinta e assim não estragar aqueles restos que vão sobrando.

Isso ao fim de um tempo irá aumentar o seu lucro, mesmo que você não repare.

Entendendo a Colorimetria [ Tabela de Cores ]
Veja a tabela de cores em baixo para perceber um pouco melhor o seu funcionamento.

Classificação das Cores
Cores primárias
As cores primárias também são chamadas de fundamentais, já que são necessárias para a criação das demais tonalidades.

São representadas pelo vermelho, azul e amarelo, e a soma das três resulta no tom marrom.

Cores secundárias
Também chamadas de complementares, são geradas a partir de três combinações com as cores primárias.

As cores secundárias são representadas pelo verde, alaranjado e roxo, onde verde é a junção de azul com amarelo, alaranjado é a junção de vermelho com amarelo, e roxo é a junção de azul com vermelho.

Cores terciárias
As cores terciárias são todas aquelas obtidas a partir da mistura de cores primárias ou secundárias, com diversas possibilidades de combinação.

Podem ser usadas para a criação de tonalidades mais claras, como o azul-claro obtido na mistura de verde e azul.

Divisão por Sensações
Cores frias
São cores obtidas a partir de tons de verde, azul, roxo, violeta e cinza.

Apresentam menor luminosidade e por isso costumam ser utilizadas para diminuir e distanciar formas, gerando sensação de amplitude e profundidade.

Cores quentes
São cores obtidas a partir de tons de vermelho, rosa, amarelo, alaranjado, acobreado e dourado.

As cores quentes são classificadas de acordo com o nível de vibração e costumam ser utilizadas para expandir formas, gerando a sensação de proximidade.

Cores neutras
São cores obtidas com a mistura de tons quentes e frios como o vermelho e o cinza, se tornando menos vibrantes e, portanto, pouco visíveis.

Por essa característica, costumam ser usadas para criar um fundo para recebimento de outras cores.

Tons de Cabelo
A colorimetria capilar utiliza algo chamado de altura de tom, que é a classificação dada a cada tom de forma a toda a gente conseguir identificar o tom que quer por um número.

Essas alturas de tom são as seguintes:

Cor preto azulado
Preto
Cor castanho escuro
Cor castanho médio
Cor castanho claro
Cor loiro escuro
Cor loiro médio
Cor loiro claro
Cor loiro muito claro
Algumas marcas possuem ainda mais alguns tons, podendo chegar até aos 12, os quais são loiros ainda mais claros.

Veja a imagem abaixo com as amostras dos tons:

Nuances
As nuances são as cores que se misturam ao tom de forma a dar determinado reflexo, como por exemplo ter um cabelo castanho claro com uma nuance dourada.

Aqui também é usada numeração, sendo que o número surge na primeira casa decimal do tom correspondente.

Ex: 6,4 é um loiro escuro com nuances douradas.

A lista das nuances e a sua numeração é:

Cor reflexo cinza
Cor reflexo irisado
Cor reflexo dourado
Cor reflexo acobreado
Cor reflexo acaju
Cor reflexo vermelho
Cor reflexo esverdeado
Veja a imagem abaixo com as amostras das nuances:

Aplicação da Colorimetria
A colorimetria capilar aplica-se através da mistura das tintas de forma matemática para alcançar a cor desejada.

Dizendo de forma básica, um exemplo seria querer alcançar um tom loiro escuro com uma nuance acobreada, a qual teria a numeração 6,3.

Você então teria que misturar os tons 5+6+8, sendo que a soma daria 19 que dividindo por 3 (numero de tintas misturadas), é igual a 6,33333 (6,3 arredondando).

É um conceito simples mas que deve ser aprendido da forma correta e é por isso que não me vou alongar mais no assunto.

Caso deseje realmente se formar e se tornar um profissional capaz de misturar as tintas e alcançar os tons desejados, eu recomendo que faça um pequeno curso de colorimetria capilar.

Não só irá ensinar-lhe tudo o que tem de saber, como também serão esclarecidas todas as suas dúvidas.

Assim acaba por evitar algum erro no cabelo de uma cliente, o que é algo que certamente você não quer.

Ao fazer essa formação terá que pagar mas depois de saber tudo isso, poderá ganhar mais dinheiro, cobrando esse serviço ás suas clientes, não é mesmo?

E então, já ficou a saber mais sobre a colorimetria capilar, o passo-a-passo de tudo o que tem de saber, a tabela de cores, etc?